Pontos fortes e fracos da minha “XTeca”

A Minha X Teca from ally. 24/04/2013.
Advertisements

2 thoughts on “Pontos fortes e fracos da minha “XTeca”

  1. Boa síntese. O catálogo até pode existir (e provavelmente existe) – o problema aqui é o do acesso à pesquisa do catálogo, que pode ser num computador próprio para tal na biblioteca e, ou, através de “alojamento” da informação na web – tal como sucede por exemplo como muitas bibliotecas escolares que o disponibilizam, por exemplo, nos portais de redes concelhias ou no site da RBE, na área Catálogos das escolas – ver http://www.rbe.min-edu.pt/np4/86.html . Os professores bibliotecários cuidam destes procedimentos, com o apoio da RBE e dos parceiros (bibliotecas municipais, por exemplo). Há escolas que além disso usam recursos próprios, consoante o software aplicado (existem vários, mas sempre normalizados e permitindo esta funcionalidade). Provavelmente a carência de recursos humanos que aponta está na origem das dificuldades neste ponto.

    • Sim. É verdade. E ainda persiste em muitas das nossas comunidades escolares a ideia de que “biblioteca” e “santuário” são coisas semelhantes… Ou seja, espaço de profunda reflexão, em silêncio absoluto…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s